Começou a maior feira de ciências e engenharia do País

A 9ª Febrace apresenta mais de 300 projetos, criados por estudantes geniais de todas as regiões brasileiras.

Um sistema que paralisa o carro quando detecta que o motorista está alcoolizado; uma geladeira portátil movida à energia solar; um tapete que evita acidente com crianças; um guia eletrônico para cegos; uma cadeira de rodas acionada por voz. Esses são alguns dos projetos que estão à mostra na 9ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), que ocorre de hoje (22) a quinta-feira (24), das 14h às 19h, em uma tenda instalada no estacionamento da Escola Politécnica (Poli) da Universidade de São Paulo (USP), em São Paulo.

O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, participa da cerimônia de abertura, e em seguida se realiza uma mesa-redonda para discutir o papel das feiras de ciências e engenharia na educação e na investigação científica. A mesa tem a participação do presidente do CNPq, Glaucius Oliva; do diretor do Departamento de Popularização e Difusão da Ciência e Tecnologia do MCT, Ildeu de Castro Moreira; do diretor de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e Tecnologias da Educação Básica do MEC, Marcelo Campos; e do diretor de Educação Básica Presencial da Capes, João Carlos Teatini.

Nesta edição da Febrace, estão em exposição mais de 300 projetos, desenvolvidos por 670 estudantes do ensino fundamental, médio e técnico de todas as regiões do País. São projetos de diversas áreas – engenharia, ciências exatas e da terra, humanas, sociais aplicadas, biológicas, saúde e agrárias -, que foram selecionados entre 1.427 trabalhos, submetidos diretamente pelos estudantes ou por meio das 42 feiras de ciências afiliadas.

Os estudantes que mais se destacarem na Febrace também se qualificam para participar da feira internacional Intel Isef (International Science Fair), a maior competição internacional de estudantes pré-universitários, realizada anualmente nos Estados Unidos e que, em 2011, ocorre de 8 a 13 de maio, em Los Angeles, Califórnia.

A Febrace tem patrocínio e apoio institucional do MCT, do Ministério da Educação (MEC), do CNPq, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), do Serviço Nacional da Indústria (Sesi), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), da  Intel do Brasil, do Sebrae Nacional, do Instituto Claro, do Instituto Votorantim e da Petrobras.

Outras informações sobre a Febrace estão disponíveis neste link: http://febrace.org.br.

Fonte:  Jornal da Ciência – SBPC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s