Racismo salarial no Brasil

Peguei no Portal Aprendiz. Os dados são impactantes:

O contracheque é a prova de que tem aumentado a discriminação entre negros e brancos no Brasil. A diferença entre as raças se acentua a medida que se sobe na hierarquia. Pior: nem mesmo a escolaridade ameniza o “racismo salarial”. Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que o trabalhador-padrão deve ser homem e branco. Na prática, a política de reserva de mercado é para os brancos.

O rendimento horário de um trabalhador negro não chega a metade do de um branco (48%). As mulheres brancas recebem 74% do salário de um branco e as negras, apenas 35%. Quando se compara por classe social, homem negro “pobre” ganha 20% a menos do que o branco de mesma classe social. Entre os “ricos”, a margem de diferença se alarga para 30%. No mercado de trabalho feminino, as negras mais “pobres” recebem um salário 45% inferior ao das brancas, mesmo ocupando o mesmo cargo. As da “alta classe” convivem com uma diferença salarial de 65%.

Nem mesmo a maior escolaridade iguala os salários de homens e mulheres, negros e brancos. Na comparação entre homens brancos e negros, estes recebem 76% do salário dos primeiros, quando têm o diploma o ensino fundamental. Aqueles que chegaram ao ensino médio, recebem ainda menos, 74%. As mulheres brancas com oito anos de estudo recebem o equivalente a 68% do salário de um homem branco com mesma escolaridade. As que têm 13 anos de banco escolar têm a remuneração reduzida a 58% do salário “masculino”. Com um agravante: são as mulheres brancas as com maior média de escolaridade – 8,1 anos contra 7,3 anos de estudo dos homens brancos.

Leia mais: BRASIL – RETRATO DAS DESIGUALDADES: GÊNERO E RAÇA (Estudo do IPEA)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s