Cultura indiana no Centro Cultural Banco do Brasil em São Paulo

Via UOL Entretenimento:

Objetos, imagens e 350 peças da cultura indiana são exibidas a partir desta terça-feira (14), no CCBB em São Paulo. Com curadoria de Pieter Tjabbes, a exposição que já passou pelo Rio de Janeiro, fica em cartaz de 13 a 29 de abril e depois é levada para Brasília.

“Índia” é dividida em três temas: “Homem”, “Deuses” e “Formação da Índia Moderna”. Na primeira delas, “Homem” são encontrados objetos do cotidiano indiano, tanto rural quanto urbano e abrange desde instrumentos musicais até pinturas.

Em “Deuses”, divindades de religiões indianas como o budismo, islamismo, hinduísmo e catolicismo são apresentadas também em forma de objetos e imagens. E para finalizar, a “Formação da Índia Moderna” mostra fotografias, peças de mobiliário e como é a vida no país atualmente.

“ÍNDIA”
Onde:
Centro Cultural Banco do Brasil (Rua Álvares Penteado, 112, Centro – São Paulo. Tel.: 0/xx/11 3113.3651)
Quando: de 14 de fevereiro a 29 de abril (de terça a domingo das 9h às 21h)
Entrada franca

Ato pela retirada da tropas da ONU do Haiti – Sábado, 5/11 em SP – Ônibus saíndo de Santo André (ida e volta)!

 TRANSPORTE GRATUIDO DO ABC AO ATO!

Há vagas no Ônibus saindo de Santo André,

Local: Rua Pirituba nº 61/65 – Horário: 13h30

(em frente ao Sindicato dos Professores do ABC)

Entre em contato com Professor Jorge Maggio (7497-6289 ou jjromaggio@uol.com.br) ou com o Professor Alexandre Linares  (6652-8100 ou alexandrelinares@gmail.com)

COMO CHEGA AO LOCAL DE SAÍDA DO ÔNIBUS
Essa rua é continuação da Rua Campos Salles, após a igreja do Carmo.

Se você estiver na Rua Oliveira Lima na esquina da Rua Campos Salles:
clique aqui para saber como chegar ao local

Se você estiver na Estação de Trem de Santo André:
clique aqui para saber como chegar no local

DELEGAÇÕES INTERNACIONAIS CONFIRMADAS

HAITI: FIGNOLÉ ST CYR, secretário da  Central Autônoma dos Trabalhadores do Haiti, CATH;   EUA: COLIA CLARK, militante do NAACP,  movimento pelos direitos civis dos anos 60; KIM YVES, jornal Haiti Liberté; DAN COUGHLIN, jornalista da revista The Nation; FRANÇA: JEAN-CHARLES MARQUISET, sindicalista, direção do POI – Partido
Operário Independente; BOLÍVIA: NELSON GUEVARA ARANDA, Sindicato dos
Mineiros de Huanuni; ARGENTINA: COMITÊ PELA RETIRADA DAS TROPAS ARGENTINAS DO HAITI; URUGUAI: HUGO DOMINGUEZ, Sindicato dos Metalúrgicos (UNTMRA); CHILE: LUIS MESINA, Secretario geral da Confederação Bancaria do Chile;  MÉXICO: HUMBERTO MONTES DE OCA, Sindicato Mexicano dos Eletricitários, membro da Executiva da OPT – Organização Política do Povo e dos Trabalhadores

 CONVOCAM NO BRASIL

DEPUTADO ESTADUAL ADRIANO DIOGO (PT/SP), DEPUTADO ESTADUAL JOSÉ CANDIDO (PT/SP), DEPUTADO ESTADUAL YULO OITICICA (líder do PT na  Assembléia  Legislativa da Bahia), DEPUTADO JOSEPH BANDEIRA (PT/BA), DEPUTADA FEDERAL ERIKA KOKAY (PT/DF), VEREADORA JULIANA CARDOSO (PT/SP), VEREADOR ITALO CARDOSO (PT/SP),BARBARA CORRALES (Comitê “Defender o Haiti é Defender a nós mesmos”), BIA ABRAMIDES (Presidente da Associação dos Professores da PUC-SP), CLAUDINHO SILVA (Setorial do Combate ao Racismo do PT-SP), FERNANDO MORAIS (Escritor), ERIC NEPOMUCENO (Escritor e Tradutor), GOG (rapper, DF), JEAN LOYOLA (Fenajufe), JOELSON SOUZA (Juventude Revolução – IRJ), JOSE AUGUSTO DE OLIVEIRA CAMARGO GUTO (Sindicato Jornalistas/SP), JOSE EUDES (Presidente da CUT-DF),  JULIO TURRA (exec. nacional da Central Única dos Trabalhadores),  IZAC JACSON CAVALCANTI (Presidente da CUT-AL),  LUIZ GONZAGA DA SILVA – GEGÊ (Central dos Movimentos Populares), MARCELO BUZZETTO  (Movimento dos  Trabalhadores  Rurais Sem Terra), LUCIA SKROMOV  (Comitê Pró-Haiti), MARKUS SOKOL (Diretório Nacional – PT), MILTON BARBOSA (Movimento Negro  Unificado), OLÍVIO DUTRA (fundador do PT e ex-governador do Rio Grande do Sul),  SERGIO GOIANA  (Presidente da CUT-PE), JOHN KENNEDY (Intersindical); JUBILEU SUL BRASIL e apoio do ACORDO INTERNACIONAL DOS TRABALHADORES E DOS POVOS (AcIT).

Aleksandr Ródtchenko, o russo que revolucionou a fotografia – na Pinacoteca

A Pinacoteca do Estado de São Paulo e o Instituto Moreira Salles apresentam exposição com cerca de 300 obras de Aleksandr Ródtchenko (1891-1956), um dos grandes inovadores da arte de vanguarda do século XX, e um dos líderes reconhecidos do construtivismo russo, ao lado de artistas como Kasimir Maliévitch, Kandinsky, Wladimir Tatlin e o poeta Maiakóvski.

Nascido em São Petersburgo, Ródtchenko iniciou-se na fotografia na década de 1920 (sua maior produção concentra-se no período entre 1924 a 1954) e foi aclamado internacionalmente como pintor, escultor e designer gráfico. Para ele, fotografar significava a possibilidade de criar arte realmente contemporânea; de mostrar o mundo através de “olhos matinais”.

A mostra Aleksandr Ródtchenko: revolução na fotografia apresenta diferentes características de seu inovador trabalho fotográfico. De fotomontagens a reportagens, que podem ser vistas em obras como Crise (1923), Autocaricatura (1922) e A Primeira Cavalaria (1935); de estudos arquitetônicos a retratos de seu círculo familiar e artístico, como em Banho (1929), Varvara Stepânova (1937) e Retrato da mãe (1924), com destaque para os famosos retratos do poeta Vladimir Maiakóvski; do encurtamento perspectivo, exibido em Barcos (1926) e Degraus (1929) à representação do movimento humano exibida nas obras Corrida de cavalos (1935), Campeões de Moscou (1938) e Coluna da Sociedade Esportiva Dinamo, 1932 (1935); e, finalmente, o princípio de fotografar a partir de pontos altos e baixos, criando os “ângulos de Ródtchenko” como em Pioneiro (1930), Escada de incêndio (1925) e Reunião para uma manifestação (1928).

As séries de fotomontagens feitas para capas de revistas como Novi LEF e Dal ochi Pionier, cartazes e anúncios, outro destaque de sua obra, também poderão ser vistas na exposição.

Para a curadora Olga Svíblova, “em 1924, a fotografia foi invadida por Ródtchenko com o slogan ‘Nosso dever é experimentar’ firmado no centro de sua estética. O resultado dessa invasão foi uma mudança fundamental nas ideias sobre a natureza da fotografia e o papel do fotógrafo”. Ródtchenko aliou a experimentação formal a preocupações documentais sobre a vida política e social da União Soviética em seu período inaugural, dos anos de Lênin até o regime repressor iniciado por Stálin (que o colocou no ostracismo nos seus últimos 20 anos de vida).

O Que: Aleksandr Ródtchenko
Quando: de 19/02 a 01/05 (Terças, Quartas, Quintas, Sextas, Sábados e Domingos das 10:00 às 18:00)
Quanto: R$ 6
Onde: Pinacoteca do Estado de São Paulo [Luz]
http://www.pinacoteca.org.br
Praça da Luz, 2 – Luz
(11) 3324-1007

Obs: *Estudantes pagam meia e aos sábados a entrada é gratuita.

Fonte do texto: Visite São Paulo.

Visões – Paisagens Surreais – Exposição de Pedro de Kastro

Uma dica: exposição gratuita no Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) do genial Pedro de Kastro .

Veja uma pequena amostra do trabalho deste artista. O trabalho abaixo chama-se “A Avenida”, uma visão ficcional/apocalítica da Av. Paulista.

Quem quiser conhecer mais pode acessar o site dele clicando aqui. Ou visitar a exposição grati. Veja abaixo nota divulgada no site Catraca Livre.

O artista português Pedro De Kastro, radicado no Brasil há quase 10 anos, tem sua exposição “Visões – Paisagens Surreais a Bico de Pena e Gravuras em Metal”, no  Museu Brasileiro de Escultura (MuBE). A mostra fica em cartaz entre os dias 7 e 29 de abril. Dia 7, aberto apenas para convidados. Nos demais dias, a entrada é Catraca Livre.

Pedro De Kastro resgata em seus universos obsessivamente detalhados, com vários desenhos dentro de um só, a mais antiga tradição de gravura em metal exatamente como era executada há mais de 300 anos atrás na Europa, uma sofisticada técnica praticamente desconhecida para o grande público brasileiro.

O público encontrará em “Visões”  uma poderosa e atual mensagem sociológica, ecológica e política, transmitida de forma peculiar através de uma inusitada forma de desenho, fazendo-nos refletir no rumo do nosso Planeta Terra e no Futuro da Humanidade.

Fonte: Catraca Livre.

A hora e a vez do vestibular – Palestras nas bibliotecas públicas de SP

Boa iniciativa do Sistema Municipal de Bibliotecas da Prefeitura Municipal de São Paulo de realizar um ciclo já no primeiro semestre de discussão das obras literárias exigidas nos principais vestibulares.

Para ficar melhor, é necessário pensar em fazer essa atividade também no período noturno, por exemplo no Centro Cultural São Paulo ou na Biblioteca Mário de Andrade.

Digo isso, pois as atividades ocorrendo apenas nos períodos da manhã e da tarde limitam a participação de estudantes que trabalham e que estão se esforçando para entrar numa boa universidade.

Outra ideia que poderia ser bem legal é  gravar as aulas em vídeo para disponibilização na internet no youtube. Isso seria ótimo para estudantes com dificuldade de locomoção e  de cidades mais distantes.


Ciclo de palestras destinadas a vestibulandos, em que são debatidos e compreendidos os livros exigidos nas provas das principais universidades públicas. O projeto, que acontece desde 2008, tem início agora em abril e se estende até o final do ano.

Com entrada gratuita, a única exigência é que se faça uma inscrição prévia, pessoalmente ou por telefone, para que não se exceda a lotação do local. Cada biblioteca tem um dia da semana especialmente dedicado ao projeto.

Além das Bibliotecas, o projeto também acontece nos Centro Cultural São PauloCentro Cultural da Juventude Ruth Cardoso.

PALESTRAS INAUGURAIS

Abrindo o projeto, especialistas apresentam um panorama geral refletindo sobre os diversos aspectos da literatura e da experiência literária.

Dia 2

Biblioteca Hans Christian Andersen – às 10h – Com Professor Helder Garmes

Biblioteca Paulo Setúbal – às 10h – Com Professor Luiz Maria Veiga

Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais – às 10h – Com Professor Micheliny Vemunschk

Biblioteca Pedro da Silva Nava – às 14h – Com Professora Cilaine Alvez Cunha

Biblioteca Nuto Sant’Anna – às 14h – Com Professor Murilo Marcondes Moura

Biblioteca Ricardo Ramos – às 14h – Com Professor Luiz Maria Veiga

Dia 3

Biblioteca Viriato Corrêa – às 11h – Com Professor Murilo Marcondes Moura

Dia 4

Biblioteca Malba Tahan – às 10h – Com Professor Helder Garmes

Biblioteca Gilberto Freyre – às 14h – Com Professor Luiz Maria Veiga

Dia 5

Biblioteca Prof. Arnaldo Magalhães Giácomo – às 10h – Com Professor Helder Garmes

Biblioteca Castro Alves – às 14h – Com Professor Murilo Marcondes Moura

Dia 6

Biblioteca Alceu Amoroso Lima – às 14h – Com Professor Helder Garmes

Biblioteca Camila Cerqueira César – às 14h – Com Professor Murilo Marcondes Moura

Dia 7

Biblioteca Cora Coralina – às 14h – Com Professor Murilo Marcondes Moura

Biblioteca Mário Schenberg – às 14h – Com Professora Andréa Catropa

PROGRAMAÇÃO

Auto da Barca do Inferno – Gil Vicente

Dia 9

Biblioteca Narbal Fontes – às 10h – Com Professor Fernando Lara

Biblioteca Hans Christian Andersen – às 10h – Com Professora Fernanda Ferreira

Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais – às 10h – Com Professora Vanessa Castro

Biblioteca Paulo Setúbal – às 10h – Com Professora Ana Carolina Helcias

Biblioteca Pedro da Silva Nava – às 10h – Com Professor André Renato

Biblioteca Nuto Sant’Anna – às 14h – Com Professor Fernando Lara

Biblioteca Adelpha Figueiredo – às 14h – Com Professora Fernanda Ferreira

Biblioteca Ricardo Ramos – às 14h – Com Professora Ana Carolina Helcias

Dia 10

Biblioteca Viriato Corrêa – às 11h – Com Professor Fernando Lara

Biblioteca Malba Tahan – às 10h – Com Professora Márcia Plana

Dia 11

Biblioteca Gilberto Freyre – às 14h – Com Professora Vanessa Castro

Dia 12

Biblioteca Prof. Arnaldo Magalhães Giácomo – às 10h – Com Professor Cláudio Rosa

Biblioteca Castro Alves – às 14h – Com Professora Fabiana Vascon

Dia 13

Biblioteca Roberto Santos – às 14h – Com Professora Márcia Plana

Biblioteca Alceu Amoroso Lima – às 14h – Com Professora Fabiana Vascon

Biblioteca Camila Cerqueira César – às 14h – Com Professor Cláudio Rosa

Dia 14

Biblioteca Cora Coralina – às 14h – Com Professora Vanessa Castro

Biblioteca Mário Schenberg
– às 14h – Com Professora Lisângela Peruzzo

Memórias de um Sargento de Milícias – Manuel Antônio de Almeida

Dia 16

Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais – às 10h – Com Professora Vanessa Castro

Biblioteca Hans Christian Andersen – às 10h – Com Professora Fernanda Ferreira

Biblioteca Paulo Setúbal – às 10h – Com Professora Ana Carolina Helcias

Biblioteca Narbal Fontes
– às 10h – Com Professor Fernando Lara

Biblioteca Adelpha Figueiredo – às 14h – Com Professora Fernanda Ferreira

Biblioteca Ricardo Ramos – às 14h – Com Professora Ana Carolina Helcias

Biblioteca Nuto Sant’Anna – às 14h – Com Professor Fernando Lara

Dia 17

Biblioteca Viriato Corrêa – às 11h – Com Professor Fernando Lara

Biblioteca Malba Tahan – às 10h – Com Professora Márcia Plana

Dia 18

Biblioteca Gilberto Freyre – às 14h – Com Professora Vanessa Castro

Dia 19

Biblioteca Arnaldo Magalhães Giácomo – às 10h – Com Professor Cláudio Rosa

Biblioteca Castro Alves – às 14h – Com Professora Fabiana Vascon

Dia 20

Biblioteca Alceu Amoroso Lima – às 14h – Com Professora Fabiana Vascon
Biblioteca Roberto Santos – às 14h – Com Professora Márcia Plana

Biblioteca Camila Cerqueira César – às 14h – Com Professor Cláudio Rosa

Dia 28

Biblioteca Cora Coralina – às 14h – Com Professora Vanessa Castro

Biblioteca Mário Schenberg – às 14h – Com Professora Lisângela Peruzzo

Dia 30

Biblioteca Pedro da Silva Nava – às 14h – Com Professor André Renato

Iracema – José de Alencar

Dia 16

Biblioteca Pedro da Silva Nava – às 14h  – Com Professor André Renato

Dia 25

Biblioteca Malba Tahan – às 10h – Com Professora Márcia Plana

Biblioteca Gilberto Freyre – às 14h – Com Professora Vanessa Castro

Dia 26

Biblioteca Prof. Arnaldo Magalhães Giácomo – às 10h – Com Professor Cláudio Rosa

Biblioteca Castro Alves – às 14h – Com Professora Fabiana Vascon

Dia 27

Biblioteca Roberto Santos – às 14h – Com Professora Márcia Plana

Biblioteca Alceu Amoroso Lima – às 14h – Com Professora Fabiana Vascon

Biblioteca Camila Cerqueira César – às 14h – Com Professor Cláudio Rosa

Dia 30

Biblioteca Hans Christian Andersen – às 10h – Com Professora Fernanda Ferreira

Biblioteca Paulo Setúbal – às 10h – Com Professora Ana Carolina Helcias

Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais – às 10h – Com Professora Vanessa Castro

Biblioteca Narbal Fontes – às 10h – Com Professor Fernando Lara

Biblioteca Adelpha Figueiredo – às 14h – Com Professora Fernanda Ferreira

Biblioteca Ricardo Ramos – às 14h – Com Professora Ana Carolina Helcias

Biblioteca Nuto Sant’Anna – às 14h – Com Professor Fernando Lara

Exposição gratuita: “O Mundo Mágico de Escher” em SP

Dica do meu amigo Mateus Potumati da revista + SOMA para a galera de São Paulo ou que vai passar por São Paulo.

A exposição “O Mundo Mágico de Escher”, que apresenta a obra do artista gráfico holandês, estreia no Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo no dia 19 de abril.

Com 95 obras, entre gravuras originais, desenhos e fac-símiles, a exposição – que já passou pelos CCBBs do Rio de Janeiro e de Brasília – é a mostra mais completa sobre o artista já realizada no Brasil.

Maurits Cornelius Escher (1898 – 1972) ficou famoso por suas litografias com ilusões de ótica que brincavam com noções de perspectiva, em obras como “Cascata” (acima). O acervo do da coleção do Haags Gemeentemuseum, que mantém o Museu Escher, na cidade de Den Haag, na Holanda – ocupará todo o prédio do CCBB-SP, que terá também um espaço para experiências interativas que exemplificam os princípios aplicados nas obras e de intervenções óticas.

Segundo Pieter Tjabbes, curador da mostra coordenada pela Art Unlimited, essa é uma das poucas chances de ver a obra de Escher fora da Holanda. “As gravuras são muito frágeis e o Haags Gemeentemuseum, que emprestou as obras originais, depois desta exposição, não poderá exibi-las por mais de quatro anos”, explica.

SERVIÇO:

Exposição “O Mundo Mágico de Escher”, em São Paulo

Quando: a partir do dia 19 de abril, de terça a domingo, das 9h às 20h

Onde: CCBB – Rua Álvares Penteado, 112 – Centro (clique no link para ver o mapa)

Quanto: entrada franca

Informações: 11 3113.3651 / 11 3113.3652

Site: www.bb.com.br/cultura